Pular para o conteúdo principal

Dor de cabeça enxaqueca

ENXAQUECA

Uma das grandes descobertas no campo da medicina sem dúvida foi ao que se refere ao cérebro em especial a dor de cabeça. Muitas pessoas nos dias de hoje sofrem desse mal, muitos inclusive se queixam que têm dor na nuca, dor na coluna, até tontura quando têm dores de cabeça. Mas é possível tratar de alguma forma as dores de cabeça e enxaqueca?

Um estudo realizado pelos neurologistas Luiz Paulo de Queiroz, da Universidade Federal de Santa Catarina, e Mario Peres, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), concluíram que que atividades físicas, praticar esportes podem reduzir as dores de cabeça. O trabalho ouviu 3 848 pessoas escolhidas aleatoriamente, de ambos os sexos, com idade entre 18 e 79 anos, com o objetivo de estimar a prevalência de enxaqueca.

Os exercícios aumentam a produção de endorfinas, neurotransmissores que proporcionam bem-estar. Eles funcionam como uma morfina natural, concluíram os médicos.

A melhora na circulação sanguínea, que provoca um aumento da oxigenação cerebral, é mais um fator que colabora para o fim das dores. “Sem contar a diminuição do estress"
As atividades que envolvem relaxamento, como o alongamento e a ioga, e as lúdicas, como a dança de salão, também podem ajudar a diminuir os sintomas, graças ao bem estar que esses proporcionam.

Mas nem todo mundo encara a atividade física como uma grande aliada contra as dores que atormentam a cabeça. “Existem trabalhos que, ao contrário, afirmam que a enxaqueca, em alguns casos, pode ser desencadeada pelos exercícios”, conta Moisés Cohen. “Nos pacientes em que a crise é provocada pelo esporte, o problema ocorre mesmo quando ele é praticado corretamente”, lamenta Norma Fleming. Ainda bem que casos assim são mais raros. “Fazer um diário da dor ajuda a identificar se esse é um dos agentes que funcionam como gatilho para o desconforto — ou se é o oposto, quer dizer, uma maneira de alívio”, dá a dica Barreto. E claro: ninguém deve fazer nenhum tipo de atividade física em plena crise de enxaqueca. “Nessa situação, sim, os exercícios podem exacerbar o problema”, alerta Luiz Paulo de Queiroz. Para quem não se encaixa nesse perfil — o que vale para a maioria — , a suadeira pode ser o melhor remédio.

Fonte Saúde Abril

Comentários